Plano São Paulo – Prorrogação da Fase de Transição

O Governo do Estado anunciou na sexta-feira (07/05) a prorrogação da “fase de transição” por mais duas semanas, mas ampliou o horário de funcionamento dos setores de comércio e serviços até as 21h00 que antes estava permitido somente até as 20h00 e aumentou a taxa de ocupação que antes era de 25% para 30% da capacidade máxima.

As novas regras que liberam o funcionamento de comércios e serviços das 06h às 21h e aumentam a capacidade para 30% começaram a valer a partir de 08/05.

O toque de recolher foi mantido, mas agora das 21h às 05h. 

O que muda com a flexibilização na fase de transição: 

• Shoppings e lojas de rua podem ter atendimento presencial das 06h às 20h, e recomendação é que operem com 30% da capacidade total;

• Cultos, missas e outras atividades religiosas coletivas podem ser realizadas das para 6h às 21h, com recomendação de limitar o público a até 30% da capacidade total, com distanciamento e controle de acesso; 

• Restaurantes e lanchonetes podem ter atendimento presencial das 6h às 21h, com recomendação de limitar o público a até 30% da capacidade total. (após às 21h, os restaurantes podem seguir o Delivery); 

• Bares podem operar como restaurantes (público sentado, serviço de alimentos para acompanhar bebidas) – neste caso, devem seguir as regras de restaurantes, com recomendação de 30% da capacidade; 

• Parques mantém horário de funcionamento das 6h às 18h; • Salões de beleza e cabeleireiros podem funcionar das 6h às 21h, com recomendação de limitar o público a até 30% da capacidade total; 

• Cinemas, teatros, museus, eventos e convenções podem funcionar das 06h às 21h, com controle de acesso, público sentado, assentos marcados e público limitado a 30% da capacidade total; 

• Academias, clubes e centros esportivos podem funcionar das 06h às 21h, apenas para atividades físicas individuais agendadas, com público limitado a 30%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *